“Vamos ver se poderemos montar time forte” diz diretor do Vôlei Futuro

“Já começamos o trabalho para conseguir patrocinadores, a intenção é manter o time para o Paulista e para a próxima Superliga”. É o que garante o diretor do Vôlei Futuro, Basílio Torres Neto, que falou à Folha da Região  na tarde de segunda-feira (4). Após a eliminação no campeonato nacional (derrota por 3 a 1 para o Sada-Cruzeiro, no sábado), ele fez um balanço da participação da equipe, que terminou em nono lugar. O dirigente afirma que espera conseguir viabilizar elenco forte na próxima temporada.

Há meses comenta-se sobre eventual saída do levantador Ricardinho, que estaria formando time em Maringá-PR, sua terra natal, e até sobre o VF fechar as portas. “Todo ano é a mesma coisa, e agora começa tudo de novo, ou seja, buscaremos parceiros para que possamos continuar com a equipe”, declarou. “Tudo dependerá do que vai acontecer (nesse sentido)”, informou ele, que reconheceu: foi negativa a participação araçatubense na edição 2012-13 da competição. “Tínhamos o planejamento de terminar em sétimo lugar na primeira fase, e isso não ocorreu porque nós não merecemos, não tivemos uma boa temporada, não deu certo”, falou.

Os próximos 60 dias, define o dirigente, terão como foco a busca por apoiadores. “Após concluirmos esta etapa, poderemos iniciar a montagem da equipe”, disse. “É preciso aguardar, primeiro vamos ver se, pelos patrocínios, poderemos montar time forte, e, depois, ver o que teremos nas mãos e se valerá a pena montar equipe para participar ou não”, avaliou. “Teremos tempo para trabalhar.”

“Empresa tem que estar com vontade de patrocinar”, ” É um raciocínio burro, mas entre investir um milhão no esporte de base e na mídia, visando retorno, é claro que se investe na mídia.”

Basílio torres ressalta: “O VF já realizou boas campanhas desde 2006/07, a temporada em que debutou na Superliga, o que, automaticamente, faz com que o trabalho há tempos desenvolvido não possa ser desmerecido.”Já fomos vice no masculino(2011/2012), terceiro no feminino(10/11) e (11/12), campeões no paulista com os homens e com as meninas”, lembrou.”Infelizmente, agora, não classificamos porque não tivemos competência”, disse.”Os jogos fora de casa contra Pinda(vitória por 3 a 2) e volta redonda(derrota por 3 a 0) foram fatais, perdemos pontos que comprometeram a classificação”.

Fonte: Folha da Região

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s