Bernardinho e Ricardinho não se encontram, e técnico ouve constrangido gritos pelo levantador

Desde julho de 2007, o levantador Ricardinho e o técnico Bernardinho não se encontravam publicamente. Na ocasião, o jogador acabou cortado da seleção pouco antes dos Jogos Pan-Americanos. A relação entre os dois, então, estremeceu. De tal forma que não mais se encontraram em público após o ocorrido.

Na última terça-feira, havia a primeira oportunidade. Em Araçatuba, Ricardinho atuou pelo Vôlei Futuro contra o Sesi, no mesmo ginásio onde, momentos depois, a Unilever, comandada por Bernardinho, jogaria também. O esperado encontro, porém, não ocorreu. Irritado pela derrota de sua equipe, o levantador deixou o local rapidamente. O técnico já estava à beira da quadra para entrar.

Com Ricardinho no vestiário, alguns torcedores aproveitaram a proximidade de Bernardinho e gritaram: “Bernardinho, o Ricardinho tem que voltar para a seleção”. Na sequência, algumas tímidas vozes ensaiaram um grito de “ão ão ão, Ricardinho é seleção”. Em quadra, Bernardinho pareceu constrangido com o que acabara de ouvir. Olhou com o canto do olho para as pessoas, deu um leve sorriso e, na sequência, fechou a cara. Aquele coro certamente ficou na cabeça.

O “pedido” foi feito por torcedores do Vôlei Futuro, time onde o atleta é ídolo desde que chegou, em 2010. As atuações de Ricardinho na Superliga fizeram com que o nome dele fosse novamente lembrado por torcedores e fãs do vôlei, principalmente devido à instabilidade que Bruninho e Marlon, atuais levantadores da seleção, têm apresentado. No entanto, o retorno do experiente levantador, de 36 anos, é bastante improvável.

Em 2010, quase três anos após o desentendimento no Pan, ele e Bernardinho ensaiaram uma reaproximação. O técnico chegou até mesmo a relacionar Ricardinho em uma pré-lista para a Liga Mundial daquele ano. No entanto, deixou-o fora da lista final, em maio, o que, segundo ambos, estava previsto após uma conversa.

Porém, no fim de julho, mais uma vez a relação voltou a estremecer, já que o levantador não foi chamado para o Campeonato Mundial da Itália. Decepcionado, sentenciou à época que aquilo significava o fim de seu ciclo na seleção brasileira.

Durante o lançamento da Superliga 2010/2011, Ricardinho voltou a reiterar que não gostaria mais de ver seu nome ligado à seleção e revelou que tomou essa decisão pensando em sua família.

Na ocasião, aliás, houve o primeiro encontro dele com alguns ex-companheiros, como Gustavo, Murilo e Marcelinho. Com Giba, que um dia foi o melhor amigo do camisa 17, teve um contato frio. Depois, ambos conversaram e, atualmente, fazem questão de demonstrar que não existe mágoa alguma entre eles.

FONTE: site Esporte UOL

Advertisements

2 thoughts on “Bernardinho e Ricardinho não se encontram, e técnico ouve constrangido gritos pelo levantador

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s