Acusado de assédio sexual, técnico da seleção feminina da Bulgária é demitido

Escândalo no vôlei europeu, mais precisamente na seleção feminina da Bulgária.

O esloveno, Dragutin Baltic, foi demitido pela Federação Búlgara acusado de assédio sexual.

Baltic, segundo denúncia de duas jogadoras, teria convidado as atletas para fazerem uma ‘visita surpresa’ no quarto do hotel onde a delegação está hospedada para os treinamentos visando o campeonato europeu.

A central Ruseva disse que recebeu uma mensagem de texto no celular:

‘Bata na porta duas vezes para eu saber que é você e seja discreta’.

Inconformada, Ruseva procurou os dirigentes da federação e fez a denúncia.

Tsezetina Zarkova, companheira de quarto de Ruseva, confessou que também havia sido assediada por Baltic. Receosa da reação do grupo, Zarkova disse que preferiu não levar o caso adiante.

A situação de Baltic no cargo já era desconfortável, uma vez que o ex-treinador já tinha brigado com Eva Yaneva, principal estrela da seleção. Yaneva está afastada da seleção e disse que só volta a jogar pela Bulgária quando Baltic não estiver mais no comando.

A levantadora Nenova e a central Filipova, outras jogadoras que optaram em não treinar com a seleção por causa de Baltic, fora solidárias as companheiras que fizeram as acusações e se mostraram dispostas a conversas sobre um possível retorno.

A Bulgária anunciou que Dino Tonev comandará a seleção no campeonato europeu.

por Bruno Voloch

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s