Estamos voltando…

Que alegria! Quanto tempo o blog ficou parado hein… Infelizmente a nossa fonte de notícias foi extinta e não pudemos dar continuidade aos trabalhos. Durante vários anos, Araçatuba foi presenteada com o Vôlei Futuro, que nos trouxe momentos de lazer, distração e muitas alegrias.

Mas, essa época se foi. Cremos, entretanto, que há muitas coisas boas reservadas para nós. E é por isso que o blog está voltando. Araçatuba, aguarde! Temos uma equipe de vôlei masculina, formada por jovens que gostam do que fazem. E é esse time que o BLOG começará a apoiar e divulgar em breve.

Fique ligado! Estamos voltando… 🙂

Fim: Vôlei Futuro coloca ponto final em uma história de sucesso

Por: Leonardo Matheus

ESTAMOS DE LUTO.

Foram anos de crescimento no esporte em Araçatuba. Desde 2002, o Vôlei Futuro levou milhares e milhares de torcedores ao ginásio Dr. Plácido Rocha para acompanhar tanto o time feminino quanto o masculino, trazendo muitas alegrias.

No ano de 2012, as mulheres do Vôlei Futuro conquistaram, pela segunda vez consecutiva, a terceira posição na Superliga e, no ano anterior, foram campeãs do Paulista. Eram os últimos campeonatos que elas representavam Araçatuba. No mês de julho do ano passado, a diretoria anunciou o encerramento das atividades com a equipe feminina e continuaria apenas com os homens, com um investimento reduzido.

VÔLEI FUTURO FEMININO

Em 2010, Paula Pequeno, Joycinha, Fabiana, Alisha, Stacy e Tandara vieram para nossa cidade para dar início aos grandes momentos que vivemos. Pela primeira vez, conquistamos o vice-campeonato no Paulista e o 3º lugar na Superliga.

Equipe do Vôlei Futuro da temporada 2010/2011
Equipe do Vôlei Futuro da temporada 2010/2011

Foi no ano de 2011 que o time de Fabiana viajou até Osasco para disputar a semifinal da Superliga e um acidente aconteceu. As atletas não sofreram graves acidentes, com exceção da americana Stacy Sykora que teve que ser internada e, depois de um tempo, foi se recuperando. Alisha Glass, outra americana que veio para Araçatuba, teve que viajar para seu país antes do fim da temporada por ter se machucado e não voltou mais.

Para a próxima temporada, entre as estrelas, Paula Pequeno, Joycinha e Stacy permaneceram na cidade e vieram Fernanda Garay, Carol Gattaz, Walewska e Ana Tiemi, como os grandes reforços para integrar a equipe. Foram elas que venceram o Paulista de 2011 e mais um terceiro lugar na Superliga 2011/2012.

Vôlei Futuro da temporada 2011/2012
Vôlei Futuro da temporada 2011/2012

VÔLEI FUTURO MASCULINO

Em 2010, Ricardinho, Leandro Vissoto, Lucão, Mário Júnior e Camejo foram as estrelas que chegaram para brilhar em Araçatuba. Logo no Paulista desse mesmo ano, eles conquistaram o título, trazendo alegria para a maravilhosa torcida do Vôlei Futuro.

Vôlei Futuro campeão Paulista 2010
Vôlei Futuro campeão Paulista 2010

Não fizeram uma boa Superliga. Encerraram a fase classificatória na 7ª posição e tiveram que enfrentar a Cimed na luta pela semifinal. E conseguiram. Em dois jogos, os araçatubenses se classificaram para a inédita semifinal e enfrentaram, em 3 jogos, o Sada Cruzeiro. Logo na primeira partida, atos de homofobia contra o central Michael entristeceram o jogador que resolveu ir à mídia com o intuito de acabar, ou pelo menos diminuir atos de preconceito. A torcida fez uma homenagem maravilhosa a ele e o Vôlei Futuro venceu por 3 x 2 no segundo jogo.

Torcida fez uma homenagem ao jogador Michael
Torcida fez uma homenagem ao jogador Michael
Os torcedores usaram bate-bate rosa
Os torcedores usaram bate-bate rosa

A torcida de Contagem reconheceu seu erro e pediu desculpas ao atleta na terceira partida e o Sada venceu. O Vôlei Futuro, então, disputou o terceiro lugar contra o Vivo/Minas e ganhou.

Na temporada seguinte, permaneceram Ricardinho, Mário Júnior, Camejo, Michael e Dentinho, que conquistou a cidade. Vieram Lorena e Vini, que encantaram os torcedores de Araçatuba.

O time foi um sucesso no Paulista de 2011. Na fase classificatória, venceram todas as partidas e eram os favoritos ao título, porém, em duas partidas da semifinal, foram eliminados pelo Sesi/SP. Na Superliga, um fato inédito aconteceu: em Araçatuba, com ginásio lotado, vencemos o RJX, estreante na competição e que tinha Marlon, Lucão, Dante, Théo, Thiago Sens, entre outros destaques. Com um saque pra fora do ex-VF, Lucão, fizemos 3 x 1 e fomos para a final do campeonato.

Trinta e cinco ônibus viajaram  de Araçatuba para São Bernardo para enfrentar o Sada Cruzeiro, que pode ser dito, o grande vilão de Araçatuba. Juntos com torcedores de outras cidades, fizemos uma festa simplesmente linda e maravilhosa. Infelizmente não foi o suficiente para conquistarmos o título. De virada, perdemos por 3 x 1 e fomos vice.

Vôlei Futuro é vice campeão da Superliga 2011/2012
Vôlei Futuro é vice campeão da Superliga 2011/2012

Para a temporada 2012/2013, apenas 4 jogadores que estavam na temporada anterior continuaram no time. Foram os levantadores Ricardinho e Jairo e os centrais Michael e Vini, além da equipe técnica. Com um investimento bem reduzido, fomos eliminados pela Medley/Campinas na semifinal do Paulista e terminamos a Superliga na 9ª posição, fazendo com que a equipe não continuasse no campeonato.

O Vôlei Futuro não teve sucesso na temporada 2012/2013
O Vôlei Futuro não teve sucesso na temporada 2012/2013

A diretoria do Vôlei Futuro não deu muitas explicações sobre o fim da equipe. Apenas emitiram esta simples nota:

“Prezados. Comunicamos que, apesar de diversas tentativas, o Vôlei Futuro não conseguiu fechar patrocínio para manter as equipes adultas, o que impossibilitará a confirmação da nossa participação na temporada 2013/2014. Atenciosamente. Diretoria Vôlei Futuro.”

Nos fizeram esperar QUATRO MESES para falar apenas isso. Eu agradeço aos diretores pelas equipes que nos deram, mas o descaso com os atletas e torcedores era e é muito grande. Tivemos grandes times sim, mas a nossa diretoria deixou a desejar. Vamos torcer para que num futuro bem próximo tenhamos o vôlei de volta, mas com dirigentes mais competentes para coordenar um projeto grandioso.

Provavelmente este é o último post do blog VÔLEI FUTURO EU SOU que, desde 30 de abril de 2011, trouxe informações sobre o VÔLEI FUTURO, time dos nossos corações. Obrigado a todos pelas visitas, comentários, por tudo! Se DEUS quiser, logo estaremos escrevendo uma nova história de sucesso em Araçatuba, com nosso voleibol.

ASSINADO: Leonardo Matheus Balsalobre Barbosa Sales

Vôlei Futuro
Vôlei Futuro

#GOVF

Ricardinho vai jogar com Lorena, em Maringá

Ricardinho e Lorena
Ricardinho e Lorena

O levantador Ricardinho assinou contrato com o Maringá, time reativado este ano para disputar a Superliga 2013-14. A informação do acerto entre o atleta e o ex-Cocamar, que jogou a competição na década de 1990, foi confirmada nesta segunda-feira (1º), pelo radialista Marquinho Serelepe.

Além do ex-capitão do Vôlei Futuro, a agremiação paranaense confirmou também a contratação do oposto Lorena, que também passou pelo VF, na temporada 2011-12, em que a equipe foi vice-campeã da Superliga. A apresentação oficial do novo time ainda não tem data. “O Ricardinho já viajou para Maringá e, como havia dito, sua família vai continuar morando em Araçatuba”, afirmou Serelepe.

O FIM?
A ida de Ricardinho para o Norte do Paraná pode ser mais um indício de que o Vôlei Futuro vai mesmo encerrar suas atividades. Nas últimas três temporadas, o levantador foi peça-chave do projeto. A direção das Empresas Reunidas Paulista, mantenedora do VF, continua em silêncio.

FONTE: Folha da Região

Ricardinho recebe título de cidadão araçatubense e medalha 09 de julho

Ricardinho recebendo o título de cidadão araçatubense e a medalha 09 de julho
Ricardinho recebendo o título de cidadão araçatubense e a medalha 09 de julho

Nesta sexta, 21/06, o jogador Ricardo Bermudez Garcia foi homenageado em Araçatuba recebendo o título de cidadão araçatubense e a medalha 09 de julho, as maiores honrarias da cidade.

Ricardinho foi recebido na câmara de Araçatuba com muitos aplausos e ao som de “Uh Ricardinho, uh Ricardinho”.

Ao lado do presidente da câmara municipal, Dr. Jaime Silva e do prefeito Cido Sério, todos assistiram a um vídeo de homenagem ao atleta. Nele, um cunhado o chamou de Michael Jordan do vôlei e foi aplaudido. Família e amigos emocionaram o jogador que já havia avisado ser chorão.

Em meio a um emocionante discurso do Dr. Jaime, foi entregue ao grande Ricardinho, primeiramente, a medalha 09 de julho e, em seguida, o título de cidadão araçatubense.

Marco Serelepe
Marco Serelepe

Marco Serelepe, quem teve a ideia, fez seu discurso agradecendo aos que ajudaram na divulgação Comentou as suas transmissões que fez desde 2003 e sobre a chegada de Ricardo em Araçatuba. “A população da cidade ama o Ricardinho e sei que ele ama Araçatuba também.” Criticou a diretoria do Vôlei Futuro que parece ter abandonado o projeto que eles mesmo fizeram.

Vereadoras: Tieza (esquerda), Edna Flor (centro) e Beatriz (direita)
Vereadoras: Tieza (esquerda), Edna Flor (centro) e Beatriz (direita)

A vereadora Edna Flor (PPS) também falou. Agradeceu o apoio do jogador ao projeto Vem Pra Rede, quando ele o visitou no bairro São José. Três crianças, representando o projeto social, entregaram uma carta de homenagem ao Ricardinho.

Tieza (PSDB), outra vereadora, que também já foi atleta de vôlei, falou da alegria de Ricardo em viver em Araçatuba.

A vereadora Beatriz (PT) também fez seus agradecimentos. Falou que o jogador tem que levar seu brilho para outros lugares também; a plateia não gostou.

Mais algumas pessoas prestaram homenagem por vídeo. Jogadores como Jairo e Lorena não deixaram de falar dele. Como torcedores, destaco Magdalena Mickey Soltys, que, da Polônia, falou de Ricardinho e, depois, foi aplaudido pelos presentes na câmara.

Prefeito Cido Sério
Prefeito Cido Sério

 

 

O prefeito Cido Sério (PT) não deixou de agradecer.

 

 

 

 

Ricardinho
Ricardinho

 

Enfim, chegou o grande momento dele, Ricardinho, falar. Não poupou elogios à cidade de Araçatuba e reforçou que sua família continuará aqui. Disse que se sente triste em passar pelo ginásio Dr. Plácido Rocha e ver os cadeados e tudo vazio. Falou que vai fazer tudo o que puder para que o Vôlei Futuro continue.

Tive a grande oportunidade de entrevistar RICARDINHO para o blog. Minhas pernas até tremeram um pouco. É uma honra ele ter dado uma palavrinha para nós. Pedi para que ele falasse da homenagem.

“A recepção que tive, a torcida, amigos e algo que me alegrou muito foi a câmara municipal, em geral, vereadores, prefeito. Isso é mais uma medalha e um título. A homenagem de Araçatuba foi linda. Infelizmente tenho que dizer que vai finalizar minha carreira no Vôlei Futuro, algo que eu não queria dizer, mas estou fechando minha história aqui com chave de ouro. Essa homenagem só seria melhor se o Vôlei Futuro continuasse.”

No final, conversei com alguns torcedores, perguntando o que acharam da homenagem.

Camila Fernandes Achei  justa, ele merece. O Ricardinho representou Araçatuba dentro do ginásio e fora, como verdadeiro cidadão e acima de tudo, sempre tratou muito bem os torcedores, nunca sendo indiferente. Lutou em cada jogo em busca de alegrar os torcedores e conquistar vitórias, pois ele é um verdadeiro campeão.”

José Ademar Teixeira “Temos que agradecer tudo o que ele fez por Araçatuba. Hoje o vôlei é uma realidade aqui devido a ele. Pedimos às empresas para que tomem consciência porque o Vôlei Futuro é referência que traz um grande retorno.”

Sílvia Cardoso “Em primeiro lugar, quero agradecer ao Ricardinho por ter escolhido Araçatuba que é uma cidade do interior e ele abraçou, não somente o Vôlei Futuro, como também a cidade. Quero muito que ele continue aqui porque eu ainda acredito que esse projeto não acabou. Obrigada Ricardinho.”

Conheci pessoalmente, pois já conhecia por internet, Carmem Giraldes Panza, sogra do Ricardo, uma mulher muito legal. Gente boa. Aproveitei e pedi para que ela falasse sobre a homenagem para o blog.

“Nós como família ficamos muito felizes com a homenagem justa e merecida. É o reconhecimento da cidade por todo amor e dedicação que o Ricardinho tem por Araçatuba.”

Lucarelli e Éder brilham, e Brasil atropela a Argentina na Liga Mundial

O Brasil segue 100% na Liga Mundial de Vôlei. Depois de bater em duas partidas a atual campeã, a Polônia, na casa do rival, a seleção de Bernardinho mais uma vez não tomou conhecimento e venceu no território “inimigo”. Em Mendoza, a vítima agora foi a Argentina, derrotada pelo Brasil por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 25/20 e 25/15, em pouco mais de 1h30m de jogo. Com o resultado, o time de Bernardinho assume, ao menos temporariamente, a liderança do Grupo A da Liga Mundial, que pertencia a Bulgária, que tem duas vitórias, mas perdeu apenas dois sets (o Brasil perdeu três no total).

Neste sábado, Brasil e Argentina voltam a se enfrentar, às 20h30 (de Brasília), também em Mendoza, na Argentina. Além de brasileiros e argentinos, completam o Grupo A da competição os Estados Unidos, Polônia, Bulgária e França.

O jogo

O jogo não começou com um bom cenário para o Brasil. Falhando bastante na recepção, o time viu a Argentina chegar na frente no primeito tempo técnico. Com problemas para virar as bolas e com a marcação da rede argentina atenta, o Brasil tinha dificuldades. Conversando bastante em quadra, a equipe passou a se acertar, e com Bruninho distribuindo bem o jogo, Vissotto e Dante passaram a entrar na partida.

Assim, e com Éder bem nas bolas de meio, o Brasil passou à frente antes do segundo tempo técnico, com 16 a 14 no placar e não o deixou mais. No restante do set, bastou administrar para fechar o set inicial em 25 a 20, em 27 minutos de jogo.

O segundo set começou com o Brasil dominando desde o início. Com Vissotto bem no saque, a seleção abriu logo 5 a 2. Lucarelli era outro bem no ataque. Assim, o time de Bernardinho virou o primeiro tempo técnico vencendo por 8 a 6. Do lado argentino, Castellani e Sebastian eram os maiores pontuadores.

vôlei Argentina x Brasil (Foto: Reprodução)Brasil não tomou conhecimento da Argentina e venceu com fácil 3 a 0 (Foto: Reprodução)

Mesmo atrás do placar, os hermanos conseguiram vencer o maior rali do segundo set. Após belas defesas lá e cá, os argentinos conseguiram parar Dante no bloqueio. Depois, ainda anotaram o primeiro ponto de saque e pegaram Vissotto em novo paredão, trazendo a diferença para 13 a 10, fazendo Bernardinho parar o jogo. Na reta final do set, a seleção voltou a comandar as ações e fechou em 25 a 21.

Terceiro set tranquilo

O terceiro set teve início e o panorama parecia mostrar que seria o mais equilibrado. Apesar de estar sempre à frente do placar, a seleção brasileira via os argentinos em cima. Mas próximo ao segundo tempo técnico, o Brasil voltou a atropelar, com show do menino Lucarelli, e logo abriu 16 a 9.

Relaxados, os brasileiros soltaram o jogo e viram os argentinos sentirem a pressão. Tanto é que do tempo técnico em diante a equipe rival só anotou mais seis pontos. No bloqueio de Éder, o Brasil fechou o set em 25 a 13 e o jogo em 3 sets a 0, sem grandes dificuldades.

A seleção brasileira jogou com Bruninho, Isac, Eder, Vissotto, Lucarelli e Dante, com Mário Júnior de líbero. Entraram Wallace e William. A Argentina atuou com Castellani, Martin, Uriarte, Sebastian, Federico, Bengolea e González de líbero. Entraram Quiroga, Nicolas, De Cecco e Romanutti.

Outros resultados do dia:

Grupo A
EUA x França (em andamento)

Grupo B
Rússia 3 x 0 Sérvia
Itália 3 x 0 Cuba

Grupo C
Canadá 3 x 0 Coreia do Sul

FONTE: Globo Esporte

“A torcida fez o seu papel” diz Ricardinho em entrevista

Por Leonardo Matheus

Ricardinho não sabe nada sobre o Vôlei Futuro
Ricardinho não sabe nada sobre o Vôlei Futuro

Gênio em sua posição, jogador idolatrado por muitos em todo o mundo, Ricardo Bermudez Garcia, o Ricardinho, foi entrevistado pelo programa Cidade Aberta e transmitido pela Rádio Cultura FM 95,5 nesta sexta-feira, 14 de junho.

Durante cerca de trinta minutos, o atleta, atualmente sem clube, pois, segundo ele, teve o contrato encerrado em abril, comentou sobre seus momentos em Araçatuba.

Questionado sobre o que mais gosta na cidade, Ricardinho citou, entre outras coisas, a tranquilidade, apesar de acontecer os crimes como em todo ligar, e o rio Tietê, que é limpo aqui.

Falando do Vôlei Futuro, o melhor levantador do mundo falou que os momentos mais emocionantes na equipe foram a final do Paulista 2010, contra o Sesi, quando o time foi campeão e as semifinais da Superliga.  Concordou com outros atletas que Araçatuba pe uma panela de pressão, comentando sobre a torcida.

Atualmente, sofremos com a dúvida sobre a continuidade do Vôlei Futuro. Ricardinho disse: “Não sei nada sobre o Vôlei Futuro. Não tive contato com o diretor. Não se fala nada.” Também falou sobre a diretoria e a dependência do esporte. “A cidade merece uma posição deles. Eles (torcida) e eu “dependemos” desse esporte.” “A diretoria sempre fez as coisas muito bem pensadas. Aqui realmente foi o Real Madri do vôlei.”

De acordo com o atleta, ele tem proposta da Polônia e Turquia, mas quer permanecer no Brasil. Comentou que, em reunião com sua família, mesmo que ele saia de Araçatuba e do país, a esposa e filhas vão ficar na cidade.

Independentemente dele não continuar aqui, deseja que o time continue.  “A torcida e a cidade fizeram seu papel. Vibrou, torceu e xingou bastante.”

No próximo dia 21 de junho, Ricardo receberá a medalha 9 de julho e o título de cidadão araçatubense. Toda a população está convocada. O evento será às 19:30 e a entrada é franca. O torcedor pode levar bate-bates e ir com a camiseta do time. Sobre isso, ele disse ser uma honra receber o prêmio e falou: “Eu sou chorão.”

Ricardinho é um grande atleta e é exemplo para todos. Agradecemos por tudo que ele fez por nós. Sucesso e que Deus sempre esteja com ele e o abençoe, aqui ou em outro lugar.

Para encerrar a entrevista, Ricardo disse:

“Vou estar sempre online com vocês.”

Valeu gênio!

Confirmado: Cezar Douglas é do São Bernardo

Depois de 12 anos em Araçatuba, Cezar assume o São Bernardo
     Depois de 12 anos em Araçatuba, Cezar assume o São Bernardo

Peu, assistente técnico ao lado de Cézar Douglas novo treinador do SBC Vôlei

São Bernardo do Campo (SP) – A equipe masculina do São Bernardo Vôlei anuncia nesta segunda-feira, 10, que Cézar Douglas (ex Vôlei Futuro) será o novo treinador do time do ABC. O técnico esteve nesta tarde no Ginásio Poliesportivo para juntamente com o assistente técnico Peu e, com o gerente de vôlei Alexandre Stanzioni traçar as próximas contratações do clube do ABC.

O treinador se mostrou animado com o novo desafio. “Conheço bem os responsáveis aqui pelo projeto de São Bernardo do Campo e chego ao time para agregar com essa grande história que faz a equipe”, declarou.

Cézar Douglas começou a carreira de técnico nas categorias de base do Vôlei Futuro em 2002. Gradativamente o treinador foi subindo de categoria até que, em 2006 assumiu o time adulto da equipe de Araçatuba sendo vice-campeão da Superliga 2011/2012.

Para o novo treinador, um novo passo na carreira. “Mudanças são sempre importantes para que se possa crescer individualmente como técnico e, claro, também somar com o Peu que está chegando agora, com o Rubinho nosso coordenador técnico, além de poder trabalhar ao lado do Alê que conhece muito bem tudo aqui e também com o José Alexandre (ex-técnico da equipe feminina do São Bernardo e atualmente secretário de esportes da cidade). É um time muito forte”, acrescentou.

Peu, assistente técnico que já havia sido contratado pela equipe do ABC paulista, também comemorou a escolha do novo comandante. “Será um grande prazer trabalhar ao lado do Cézar, sempre tivemos jogos muito complicados contra ele, com uma equipe sempre de garotos que estavam subindo para o adulto, times muito bem trabalhados, que estudavam muito os adversários. Estou muito feliz agora com essa oportunidade, de poder compartilhar conhecimento. Tenho certeza que irei aprender muito com ele, com o Rubinho. Além de ser um projeto com tradição em revelar atletas, venho trabalhar com amigos e com pessoas que eu gosto”, finalizou.

Fonte: http://www.smpress.com.br/

A NOTÍCIA DE DANIEL BORTOLETTO REALMENTE ESTAVA CERTA.